Igreja: o corpo natural de Cristo

Não é necessário estar na igreja para ser salvo. É preciso ser igreja para estar salvo. Congregar é ato daqueles que são igreja. O próprio termo igreja (eclesia) implica em reunião. Não é uma reunião de quem vai ao templo, mas uma reunião como em um corpo que nunca se desmembra. Não diz respeito a um ir, antes a um fazer parte, isto é, não se vai a igreja, e sim se reúne como igreja. Compreender isto é sumamente importante para se ser discípulo de Cristo.

Não congregar (reunir) seria o equivalente a um membro do corpo que não quer se comungar com os demais membros. Imaginemos um corpo em que o braço não queira hoje estar nele, o corpo continua sendo corpo, mas aquele braço, como que decepado, passa a ser apenas um membro inválido, ou seja, deixa de ser membro e logicamente a vida não está nele.

Não se pode ser igreja sozinho, logo não se pode afirmar salvação alguém que rejeite o corpo do próprio Cristo e sua comunhão. Se equivoca quem pensar em dizer "não há salvação fora da igreja", pois isto coloca novamente a igreja como local e não como corpo natural de Cristo. Todavia não há salvação sem ser igreja e não há igreja que não se reúna e se mantenha unida pelo vínculo de Cristo.

Como somos seres que ocupa espaço, não há como nos reunirmos senão em algum espaço, no entanto, é necessário compreender que a união da Igreja do Senhor ultrapassa o tempo e espaço, sendo não apenas uma reunião local, mas acima de tudo espiritual e, desta comunhão participam todos os salvos de todos os tempos (mesmo os que já estão com Cristo) e lugares (não importa a distância). Não, eles não descem ou vêm até nós e nem nós subimos ou vamos até eles. Tal comunhão se dá unicamente pelo fato de tanto eles quanto nós sermos todos salvos e pertencentes a um único corpo, o de Cristo.

Porém, é necessário compreender que ser igreja nunca pode ser tido apenas como um acontecimento no tempo e no espaço, há o momento de coletividade de adoração que pode ser chamado de momento de convergência no qual todos participam em uma reunião física e comum. Contudo, ser igreja transcende a reunião momentânea e se expressa também em uma reunião espiritual. Ou seja, não importa por onde eu vá meu braço sempre é parte de meu corpo se permanece no meu corpo; assim não importa se a reunião terminou continuo sendo corpo de Cristo e sendo ligado a todos os demais membros. Portanto, assim como minha mão tem responsabilidade com minha outra mão e também meu pé em fazer andar o restante de meu corpo; assim como igreja cada um é responsável em amor em cuidar de seu irmão como parte do corpo de Cristo.

Se nos reunimos apenas momentaneamente para louvar e adorar a Deus, mas não temos consciência do que é o corpo de Cristo, temo que nossas reuniões nada mais são que um passatempo em um dia de domingo. Se durante todo o restante da semana vivo como se não fosse membro do corpo de Cristo e não tenho nenhuma responsabilidade com meu irmão a quem vejo é vã toda e qualquer reunião que eu queira oferecer a Deus a quem não vejo.

Ser igreja é ser o corpo de Cristo guiado pelo cabeça que é o próprio Senhor. O corpo não vai onde quer, mas apenas onde a cabeça lhe guia. A igreja não deve fazer o que lhe agrada, mas antes o que agrada a Deus, pois somente Ele sabe como devemos fazer isto.

O Senhor nos ajude!

Paulo Freitas
pensarteologia@gmail.com

2 comentários:

  1. Em primeiro lugar agradeço a Deus por permanecer zelozo com seu povo. Muitos preocupam com coisas que não edificam e acusam os meios de comunicação, mas na realidade a escolha quem decide somos nós mesmos. Comecei fazendo uma leitura desse texto sem nenhum enteresse ou compromisso, e aos poucos fui valorizando cada parte e no final compreendi o quanto pecamos por não entender os propósitos deDeus. De qual forma, eu particularmente iria entender as idéias teológicas do "Irmão" Paulo Freitas! se não acionasse seu blogger? Muitos crentes até entendem que são membros do corpo de Cristo porém, não vivem como Igreja nem tampouco sabem que devem agradar a Deus... em fim... Gostei muito desse artigo porque aprendi algo para Deus. Que o SENHOR Deus prossiga abençoando ao autor Paulo Freitas em nome de Jesus!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato por seu comentário, fico feliz que eu possa ser usado por Deus para edificação da igreja. Abraço!

      Excluir

Deixe seu comentário. Caso perceba algum erro nas postagens, por favor nos informe. Obrigado!

Livros que recomendo

A