Tentando fazer uma abertura


As horas estão passando, logo chegará o momento de dar início ao evento. A abertura deve ser feita por mim, me preparei o máximo que pude, mas mesmo assim me sinto apavorado. Não sei se é a responsabilidade ou o medo, mas meu estomago parace borbulhar, afinal esse é um dia muito importante este é um evento sublime e quero aparecer da melhor maneira. As cortinas se fecham, as luzes se apagam, os sentidos se esvaem. Agora é minha vez, vou me encontrar com aquele que me contemplou diariamente no espetáculo dessa vida angustiante, mas agora não em um palco de desespero, mas sim no palco da vida eterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Caso perceba algum erro nas postagens, por favor nos informe. Obrigado!

Livros que recomendo

A